LIGA

História

Cem Anos a Preparar o Futuro

A 11 de Maio de 1905 foi legalmente criada, por alvará régio, a Liga das Associações de Socorro Mútuo de Vila Nova de Gaia.
Inicialmente constituída por cinco Associações desta cidade, formando um capital social de 1 500$000 reis:
Associação Fúnebre Vilanovense de Socorros Mútuos – 600$000 reis
Associação de Socorros Mútuos de Mafamude – 120$000 reis
Associação de Socorros Mútuos Commércio e Industria de Gaya – 300$000 reis
Associação de Socorros Mútuos Beneficiência Artistas de Gaya – 120$000 reis
Associação Oliveirense de Socorros Mútuos – 360$000 reis.
De acordo com os primeiros Estatutos, os objectivos da Liga eram:
“ 1 – O auxílio das associações a ela aderentes na satisfação de encargos e serviços comuns.
2 – Promover por meio de estabelecimento e exploração de farmácias o fornecimento de todos os produtos químicos e farmacêuticos de melhor qualidade possível, aos sócios das associações ligadas, bem como às suas famílias.
3 – Remodelar o serviço clínico das Associações ligadas. “

 

historia_liga

 

Em 23 de Julho de 1905 a Liga inaugurou a sua farmácia social. Este facto marcou definitivamente a história do mutualismo nortenho, recebendo de outras insignes mutualistas os maiores elogios.
A 23 de Julho de 1905, escrevia Costa Goodolphim:
“As Associações de Villa Nova de Gaya encetam hoje este caminho previdente , e é de esperar que as suas congéneres da cidade do Porto, terra da liberdade e do trabalho, sigam aquelle exemplo.
Não nos resta n´esta ocasião se não louvar estas colectividades pelos esforços que empregam para alcançar mais desafogados recursos para cumprirem os seus deveres sociaes.”
E continuava o mutualista:
“Tendo a cidade do Porto mais de 100 associações e Lisboa 300, fácil é calcular as vantagens que resultarão para as classes associadas da organisação das cooperativas de pharmácias. Isto não são utopias, são ideias já realisadas demonstrando a sua utilidade. Que todas as associações portuguezas comprehendam estas verdades, procurando os meios justos para a natural expansão, d´onde resultará maior somma de benefícios para aquelles que luctam com as agruras da miséria, quando a doença invade o lar triste e desconfortado.
Bem hajam as associações de Gaya, a quem saudamos no dia da sua festa, ficando-nos o pesar de não poder compartilhar as suas alegrias.”
Cinco anos volvidos, em Maio de 1910, foi inaugurado o edifício sede da Liga, que conforme relatório da Direcção:
“…é um edifício que faz honra às associações mutualistas de Villa Nova de Gaya e que constitue um monumento destinado a patentear à geração que nos succeder o quanto pode e o quanto vale a força da vontade posta ao serviço de uma boa causa.“

 

Em 1921, aderiu à Liga das Associações de Socorros Mútuos de V. N. Gaia, o Montepio Progresso Vilanovense.
Com o desaparecimento de algumas associações e integração de outras, apesar das inúmeras vicissitudes da sua já longa vida, a Liga das Associações de Socorro Mútuo de Vila Nova de Gaia, através das suas várias Direcções, tudo superou.
Muito recentemente a Liga integrou o núcleo fundador da Mutuália – Federação Mutualista. Esta nova instituição, de âmbito nacional e patrocinada pela União das Mutualidades Portuguesas, tem como objectivo o fornecimento de serviços complementares de segurança social, nomeadamente complementos de subsídio de desemprego, poupanças reforma e complemento de reforma.
É pois com orgulho que comemoramos o centenário como um marco de referência, com projectos para fazer cada vez mais e melhor, em nome do mutualismo e em prol dos seus beneficiários.

 

Galeria de Imagens

A liga de outros tempos